segunda-feira, 30 de abril de 2018

PÃO DIÁRIO - 29/04/2018 - A equipe de Jesus


A equipe de Jesus

…viu um publicano, chamado Levi, assentado na coletoria, e disse-lhe: Segue-me! — Lucas 5:27


Em 2002, os Oakland Athletics montaram uma equipe vencedora de beisebol de uma maneira não tradicional. Eles haviam perdido três de seus melhores jogadores ao final da temporada anterior e não tinham dinheiro para contratar estrelas do esporte. Então, Billy Beane, o gerente geral do Oakland, utilizou algumas estatísticas frequentemente negligenciadas para montar um grupo de jogadores menos conhecidos, “em decadência” ou vistos por outras equipes como não suficientemente habilidosos. Essa equipe mambembe venceu 20 jogos seguidos, liderou a divisão e venceu 103 partidas.

Isto me lembra a maneira como Jesus montou Sua equipe de discípulos: rudes pescadores da Galileia, um zelote e um desprezado coletor de impostos chamado Levi (Mateus). Lembra também que “…Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes” (1 Coríntios 1:27). Deus usou aqueles homens dedicados (menos Judas) para deflagrar um movimento que afetou o mundo tão dramaticamente, que este jamais foi o mesmo.

Existe aqui uma lição para nós. Às vezes, buscamos os conhecidos, os influentes e os ricos, e tendemos a ignorar pessoas com menos status ou portadoras de limitações físicas.

Jesus colocou em Sua equipe algumas das pessoas menos desejáveis da sociedade — tratando a todos com igualdade. Com o poder e a orientação do Espírito, nós também podemos honrar todas as pessoas igualmente.

— David C. Egner


Leia: Lucas 5:27-35 

Examine: A Bíblia em um ano: Deuteronômio 5-7; Marcos 11:1-18

Considere: Todos têm importância no corpo de Cristo.