segunda-feira, 30 de abril de 2018

O SENHOR SE AGRADA DE TI

Resultado de imagem para O SENHOR SE AGRADA DE TI

Nunca mais te chamarão Desamparada, nem a tua terra se denominará jamais Assolada; mas chamar-te-ão Hefzibá; e à tua terra, Beulá, porque o SENHOR se agrada de ti; e com a tua terra o SENHOR se casará.Isaías 62.4
  

A posição da Igreja é de altíssimo privilégio no mundo espiritual, pois é o Corpo de Cristo, e Ele, a Cabeça. Por isso, não podemos nos curvar diante dos ataques do diabo. Um cristão não deve deixar o inimigo dominá-lo. Aprenda quem você é no Salvador, para não envergonhar a Noiva de Jesus. Só temos de louvar e honrar a Deus por nos ter feito participantes da Sua glória.

Nenhum membro da Igreja deve aceitar miséria ou sofrimento, pois jamais será desamparado. Ela é gloriosa na presença do Senhor, pronta para vencer as provações, e tem a promessa do Todo-Poderoso, a qual diz: As portas do inferno não prevalecerão contra ela (Mt 16.18b). Essa precisa ser a meta de cada um que nasceu de novo e faz parte do grupo dos remidos. Somos a Igreja invencível!

Na nossa terra, a compreensão que alcançamos pela Palavra, não existe porção estéril. Se plantarmos as sementes colocadas por Deus em nossas mãos, elas produzirão de acordo com a sua qualidade e multiplicarão como Ele deseja. Jamais podemos deixar que a nossa terra seja chamada de Assolada, pois, como ocorreu com Isaque, colheremos dez mil por cento de cada grão plantado.

O novo nome de Sião, a Igreja de Jesus, é Hefzibá, que significa o meu prazer está nela. Por ele, Deus nos conhece como parte do Corpo de Cristo. Ao andar pelas ruas, mesmo que alguém o desmereça e fale coisas tristes a seu respeito, ignore-o, porque o Senhor lhe deu um novo nome, mostrando o quão amado você é por Ele.

A nossa terra, o entendimento que nos foi dado no Filho de Deus, passou a se chamar Beulá, porque fomos casados com o Senhor. Agora, toda semente dada pelo Pai frutificará. Somos a boa terra, a qual produz a 30, 60 e 100 por um. Então, ainda que as coisas, por pouco tempo, não funcionem para nós, podemos confessar: somos o solo preparado para produzir tudo o que o Pai planejou. Somos casados com o Todo-Poderoso!

Por Se agradar de nós, o Pai celestial resolveu nos dar o Seu Reino. Só não podemos fazer como os povos do Norte e do Sul, que se deixaram levar pela abundância de pão e, à feitura de Sodoma, foram subvertidos. A cada dia, devemos obedecer à vontade do Senhor. Então, quando nem bem acabarmos de orar, teremos a resposta dEle. Ao cumprirmos os Seus desígnios, nós O honramos.

O Senhor Se uniu à nossa terra e a trata de modo especial, como um marido trata a sua mulher. Por mais que o diabo nos faça sofrer, o amor de Deus nos manterá de pé. Não temos de receber repreensão, e sim viver livres e prósperos na fé em Jesus!

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares