segunda-feira, 18 de junho de 2018

MOMENTO DA PALAVRA COM O Pr JOSUÉ GONÇALVES


Pastor Discipulando Pastor 

- Pr Josué Gonçalves



Versículo do dia

Versículo do dia

O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.

VÍDEO DO DIA - Paulo César Baruk - Sonda-Me / Estrela da Manhã (Aline Barros / Banda Rara) - Ao Vivo

Paulo César Baruk - Sonda-Me 

/ Estrela da Manhã (Aline Barros / Banda Rara)




PÃO DIÁRIO - 18/06/2018 - Os confortos do lar


Os confortos do lar


Na casa de meu Pai há muitas moradas […]vou preparar-vos lugar. — João 14:2


Certa vez, durante meu mandato como gestor de recursos humanos numa empresa de construção civil, conseguimos alguns projetos num estado vizinho. Isso significava que nossos empregados teriam de enfrentar duas horas de condução a cada ida e volta, além da jornada normal de trabalho. Para aliviar a carga, reservamos quartos de hotel para os dias de semana, mas, também contratamos vans e motoristas para transportar os que quisessem ir e voltar diariamente. Quase todos preferiram as vans!

Um dos funcionários, o mais mal-humorado, deixou de lado o seu comportamento habitual ao descrever a emoção e surpresa de sua esposa e quatro filhos na primeira noite. Não lhes tendo dito que tinha a opção de voltar para casa, ele apareceu inesperadamente para surpreendê-los. Algum tempo depois, sua esposa telefonou ao dono da empresa para agradecer-lhe, dizendo que sua família tinha lealdade vitalícia com quem quer que compreendesse a importância do lar para os funcionários.

Quem já precisou afastar-se do seu lar, mesmo por pouco tempo, compreenderá o conforto que os discípulos de Jesus encontraram em Suas palavras quando Ele prometeu que uma morada eterna os aguardava (João 14:2). E, para completar sua alegria, Jesus lhes disse que prepararia e os conduziria a essa morada, e ainda por cima, alegria! Ele também estaria lá (v.3).

Lembre-se do maior conforto desta vida: Jesus prometeu que, um dia, nós iremos para casa para estar com Ele.

— Randy Kilgore

Leia: João 14:1-6 

Examine: A Bíblia em um ano: 2 Samuel 1-2;Lucas 14:1-24

Considere: Não existe lugar como o nosso lar — especialmente quando este lar é o céu.

O INCANSÁVEL EVANGELISTA

Resultado de imagem para jesus O INCANSÁVEL EVANGELISTA


E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do Reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.Mateus 9.35
  

Uma das várias missões que Jesus cumpriu foi a de evangelista. O Mestre percorreu todas as cidades e aldeias em Israel para dar às pessoas a notícia mais linda que poderiam ouvir: o Reino de Deus estava chegando. Com isso, elas seriam perdoadas de seus pecados, curadas de suas enfermidades e libertas de todo tipo de tormento espiritual. Ele era incansável em Sua missão, dando-nos o exemplo para fazermos o mesmo!

Hoje, Cristo ainda quer percorrer as cidades do mundo, grandes e pequenas, a fim de conceder a todos a oportunidade de conhecer a Deus. Esse trabalho é feito por intermédio dos que já provaram o amor celestial e sentem o chamado divino para levar aos perdidos a Palavra da salvação, livrando-os de males físicos e espirituais. Nós também devemos agir como Jesus, pois recebemos o Seu Espírito para isso.

O triste é que algumas pessoas preparadas para serem bênçãos se iludiram com as mentiras do diabo e, hoje, amargam terríveis derrotas em todas as áreas da vida. Por que fizeram isso? Por que aceitaram as ofertas do maligno e viraram as costas para o Salvador? Será que não sabem que caminham para a irreversível perdição eterna? Teremos essas respostas somente no Dia do Juízo.

Jesus ensinava a diferença entre o bem e o mal, mostrando a todos que Ele veio para nos dar vida em abundância, enquanto o diabo veio para roubar, matar e destruir (Jo 10.10). O Mestre também mostrava a diferença entre os religiosos e os praticantes da Palavra. Nos seus dias, já havia uma elite que se dizia representante de Deus, mas não tinha autoridade alguma para perdoar pecados, curar doentes e libertar os oprimidos. Porém, tinha poder político para dominar as pessoas e escravizá-las.

Após ensinar a diferença entre o bem e o mal, Cristo pregava o Evangelho do Reino. Quando as pessoas entendiam o que Deus queria fazer por elas e nelas, Jesus usava o poder divino e curava as enfermidades e moléstias delas. Não há diferença entre o que Ele fazia e o que nos mandou fazer, mas, por incrível que pareça, é difícil conhecer pessoas que realmente sigam Seus passos. Por quê? Isso só a Bíblia explica!

Os discípulos de Cristo não somente aprenderam com Ele, como também O ouviram dizer que deveriam expulsar os demônios, curar os enfermos e praticar a obra completa (Mc 3.14,15). Com isso, sacudiram o mundo de seus dias. Da mesma forma ocorrerá hoje se deixarmos de lado as doutrinas dos homens e ensinarmos o Evangelho – a Boa Notícia – como Jesus fazia. Dessa maneira, veremos as mesmas maravilhas acontecerem sob a nossa ministração. Quem crê vê a glória de Deus (Jo 11.40)!

Que tal passar a crer verdadeiramente no Altíssimo, deixando o mundo do pecado, da mentira e do engano? Entregar-se a Deus é dever de todos. Você também pode ser um canal de bênçãos. Portanto, cumpra a última ordem do Senhor, pois Ele prometeu usar a sua vida em prol da humanidade.

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

domingo, 17 de junho de 2018

Versículo do dia



Versículo do dia


Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o Senhor fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas.
9

VÍDEO DO DIA - Caminho no Deserto ( Way Maker ) ● Sinach

Caminho no Deserto ( Way Maker ) ● Sinach




PÃO DIÁRIO - 17/06/2018 - Falar sobre dinheiro


Falar sobre dinheiro

…não sejam orgulhosos, nem depositem a sua esperança na instabilidade da riqueza, mas em Deus… — 1 Timóteo 6:17


Marilyn e Estêvão estavam casados há poucos anos e o dinheiro estava curto. Ao olhar para sua colcha puída, ela desejou trocá-la. Em seguida, decidiu comprar uma nova com o cartão de crédito — esperando conseguir, de alguma maneira, o dinheiro para pagar.

Sua leitura devocional para aquele dia a surpreendeu, quando citou Provérbios 22:27: “…pois, se não tens com que pagar, por que arriscas perder a cama de debaixo de ti?” Marilyn decidiu não contrair uma dívida para comprar uma colcha nova naquele dia.

As decisões sobre a maneira como gastamos o nosso dinheiro são uma questão pessoal entre nós e o Senhor, e podem ser difíceis de tomar. Mas, Deus não nos deixou sem ajuda. Ele nos diz: “Honra ao Senhor com os teus bens…” (Provérbios 3:9) e “…Não podeis servir a Deus e às riquezas” (Mateus 6:24).

Com tais verdades em mente, aprofundamos nossa busca em Sua Palavra para ajudar-nos a usar o dinheiro com sabedoria. Encontramos isso: “…Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza…” (Lucas 12:15). Outra passagem diz: “…o que toma emprestado é servo do que empresta” (Provérbios 22:7). E, em 1 Timóteo, lemos: “…sejam […] generosos em dar e prontos a repartir” (6:18).

Dinheiro é um assunto importante. Deus, que provê todas as nossas necessidades, pode nos mostrar como usá-lo para a Sua honra.

— Dave Branon

Leia: 1 Timóteo 6:6-12 

Examine: A Bíblia em um ano: 1 Samuel 27-29;Lucas 13:1-22

Considere: Não permita que o ouro tome o lugar de Deus em sua vida.

O CUIDADO DE ISRAEL PARA NÃO ERRAR

Resultado de imagem para Ajudar o próximo, ainda que ele se torne um inimigo amanhã, é dever de todos 


Mas Israel o feriu a fio de espada e tomou a sua terra em possessão, desde Arnom até Jaboque, até aos filhos de Amom; porquanto o termo dos filhos de Amom era firme.Números 21.24
  

Seom selou sua sorte ao negar ajuda a Israel. Depois, quando reuniu forças para atacar o povo do Senhor, chegou ao ápice da maldade, tentando maltratar a quem Deus abençoou.  Por isso, foi abandonado pela misericórdia divina e recebeu a justa recompensa do seu ato. Todo aquele que ultrapassa as ordens dos Céus não teme a Deus, o qual é puro nas Suas determinações.

Ajudar o próximo, ainda que ele se torne um inimigo amanhã, é dever de todos. Ao fazer o bem, sem esperar recompensa alguma, colocamos em ação uma das mais importantes leis do Senhor: a da semeadura. Portanto, jamais negue auxílio a quem precisa, mesmo que essa pessoa esteja envolvida em práticas erradas. O Altíssimo é o justo Juiz que concede bênçãos a quem pratica o bem.

Nunca vire as costas para a pessoa que o busca, pois ela foi direcionada pelo Senhor a fazer isso. Além disso, se você estivesse no lugar dela, também gostaria de ser atendido. No caso de Israel, Seom tinha a garantia de Moisés de que não sofreria prejuízo algum, mas, esquecendo-se da lei da semeadura, preferiu praticar a vontade maligna. Se Israel quisesse prejudicá-lo, não teria usado um artifício que o colocaria na obrigação de retribuir o favor.

Como Seom optou pela guerra, a paz escapou de suas mãos, e Deus o responsabilizou por tudo o que Israel fez para se defender de tamanha covardia. Devido a isso, os amorreus foram passados a fio de espada, e toda a sua terra tornou-se possessão dos filhos de Jacó. Ali poderia ter sido feito um acordo para que os israelitas preservassem a nação, caso ele permitisse a passagem deles, mas, como a decisão foi outra, o seu povo “pagou a conta”.

Cuidado com as suas ações! Não roube o pobre, porque o Senhor o vingará (Pv 22.22,23); não diminua o salário dos seus empregados, pois o Altíssimo verá isso e condenará sua atitude; socorra o necessitado, e você será ajudado pelo Todo-Poderoso. Ele é o Criador e tem um plano para cada um de nós. Nada O impedirá de agir em nosso favor. As suas ações são observadas por Ele!

Todo o reino de Seom foi ferido a fio da espada e a sua terra, tomada. Ao desprezar a oportunidade de se salvar, o rei e o seu povo foram castigados pelo mal que tentaram fazer aos israelitas. Deus vê tudo e, quando o diabo pede autorização para recompensar quem lhe obedeceu, o Senhor não pode negar, pois você se torna servo daquele a quem você obedece (Rm 6.16). É melhor servir a Deus, que é amor.

Mesmo lutando para salvar a própria vida, os filhos de Jacó se lembraram de que Deus os havia proibido de oprimir Moabe e Amom. Por isso, ao chegarem ao território de Amom, não deram nem um passo para adentrar na terra deles. Israel teve o cuidado de não errar!

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

sábado, 16 de junho de 2018

MOMENTO DA PALAVRA COM O Pr JOSUÉ GONÇALVES



COMO SER UM LÍDER QUE NINGUÉM ESQUECE 

- Josué Gonçalves



Versículo do dia

Versículo do dia


Pela fé passaram o Mar Vermelho, como por terra seca; o que intentando os egípcios, se afogaram.

VÍDEO DO DIA - RON KENOLY - DVD SING OUT FULL LEGENDADO PORTUGUÊS

RON KENOLY - DVD SING OUT FULL 

 LEGENDADO PORTUGUÊS




PÃO DIÁRIO - 16/06/2018 - Cabo da Tribulação

Cabo da Tribulação

    

…tende por […] alegria o passardes por várias provações, sabendo que a […] vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. —Tiago 1:2-3


O navio do navegador inglês James Cook colidiu contra um recife ao largo da costa da Austrália em 10 de junho de 1770. Ele navegou para águas mais profundas e, novamente, atingiu outro recife, desta vez quase afundando o navio. Esta experiência o fez escrever no livro de registro do navio: “O ponto norte [foi chamado] Cabo da Tribulação, porque aqui começaram todos os nossos problemas.”

Muitos de nós já enfrentamos uma tribulação que pareceu desencadear uma sucessão de outras provações. Perda de emprego, morte de um ente querido, divórcio indesejado ou declínio da saúde, todos poderiam fazer parte da lista.

Embora uma crise possa parecer ser o nosso “Cabo da Tribulação”, Deus ainda é soberano e, com certeza, está no controle. Faz parte do Seu propósito usar a tribulação para produzir a perseverança em nós. Tiago escreve: “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança” (Tiago 1:2-3). A palavra traduzida como “perseverança” significa ter estâmina, determinação ou capacidade de resistir.

Em meio às provações que transformam a vida, lembre-se de que Deus ainda está agindo. Ele quer usar sua experiência no “Cabo da Tribulação” para edificar o seu caráter. Ele prometeu que a Sua graça lhe basta (2 Coríntios 12:9).

— Dennis Fisher

Leia: Tiago 1:1-8 

Examine: A Bíblia em um ano: 1 Samuel 30-31;Lucas 13:23-35

Considere: A fé cresce melhor no inverno da tribulação. — Rutherford

QUANDO O CORAÇÃO SENTE ERRADO



Porém Seom não deixou passar a Israel pelos seus termos; antes, Seom congregou todo o seu povo, e saiu ao encontro de Israel ao deserto, e veio a Jaza, e pelejou contra Israel.Números 21.23
  

Ao receber o pedido de Moisés, Seom sentiu que deveria atacar os israelitas e destruí-los. Por que ele tomou tal decisão? Bem, como não tinha o temor de Deus, ficou fácil para Satanás encher o seu ego de falsa superioridade. Além disso, por ter vencido o rei de Moabe, a prepotência falou mais alto ao seu espírito do que a voz divina. Com isso, embrenhou-se em uma ação suicida, pois se sentia o tal, preparado para vencer. Vigie e ore sempre!

Seom percebeu o contrário do que ocorria. Na verdade, se deixasse os filhos de Jacó passarem pacificamente pelo seu território, o rei e seu povo poderiam ter continuado vivos e, talvez, ainda fossem uma nação nos dias de hoje. Quando o assunto se refere ao povo de Deus, é bom todos pensarem duas vezes antes de prejudicar aqueles a quem o Senhor abençoa. Por certo, ao dizer não aos filhos de Israel, ele determinou a sua derrota, pois estaria lutando contra o Altíssimo.

O bem que alguém nos faz hoje, ainda que seja pequeno – como nos dar um copo de água –, sem dúvida, será recompensado no Dia do acerto de contas. Portanto, você está provocando o Senhor quando não quer ajudar um filho dEle. Ser neutro também não é a melhor opção. A neutralidade de Meroz, por exemplo, foi a causa de ela ter sido amaldiçoada (Jz 5.23). O bom é ajudar a quem é de Deus.

Pequenas e tristes decisões trazem maus resultados agora e também no futuro, quando os fiéis forem recompensados por Deus pelas suas ações. Os que não seguirem a direção dEle serão punidos. Procure entender a necessidade de qualquer pessoa, ainda que ela se diga sua inimiga, e ajude-a, pois todo ato de misericórdia e amor fala bem alto aos olhos do Altíssimo. Por que viver longe de Deus se você pode e precisa tê-Lo bem perto?

Como acontece a todas as pessoas, no coração de Seom, houve uma batalha. O rei decidiu pelo pior. Então, ao negar auxílio a quem pediu permissão para passar por suas terras e garantiu que nada seria destruído, nem mesmo um pouco de água seria bebido, ele se fechou para o Bem e se abriu para o diabo. Todo pedido de ajuda que alguém lhe enviar é uma oportunidade para você buscar a orientação do Senhor e fazer o que Ele diz. Ele não o esquecerá!

Seom enviou um recado para que todo o seu povo viesse preparado para a guerra e, cheio de si e com um ódio em seu coração, foi ao deserto encontrar Israel. Seom não foi para ajudar os israelitas, e sim aniquilar aqueles que esperavam uma boa ação dele. Por certo, isso fez Deus virar a rosto contra os amorreus. Não deixe de fazer o bem, porque o Todo-Poderoso pesará a sua decisão e a recompensa, seja ela boa ou má.

Nunca deveríamos fazer as coisas sem ouvir o Pai. Por certo, o Espírito de Deus lutou com aquele rei para que fizesse o bem, mas ele resistiu a Deus, afastou-se da Fonte do bem e se uniu ao mal. A atitude dele fez com que ele e seu povo fossem destruídos.

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Versículo do dia

Versículo do dia

O Senhor empobrece e enriquece; abaixa e também exalta.

VÍDEO DO DIA - Eli Soares - Portas Abertas



Eli Soares - Portas Abertas



PÃO DIÁRIO - 15/06/2018 - Muito bom, David!


Muito bom, David!


…Sede fortes, não temais. Eis o vosso Deus… — Isaías 35:4


No funeral de David Schumm, celebramos o otimismo, a perseverança e a fé de um homem com grave paralisia cerebral. Durante todos os 74 anos de David, as tarefas simples da vida diária exigiram grande esforço. Ao longo de todo esse tempo, ele continuou sorrindo e ajudando os outros, doando mais de 23 mil horas como voluntário num hospital, além de encorajar adolescentes em situação de risco.

David escolheu Isaías 35:3-10 para ser lido em seu funeral: “Fortalecei as mãos frouxas e firmai os joelhos vacilantes. Dizei aos desalentados de coração: Sede fortes, não temais. Eis o vosso Deus. A vingança vem, a retribuição de Deus; ele vem e vos salvará […] os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará; pois águas arrebentarão no deserto, e ribeiros, no ermo” (vv.3-4,6). Esta promessa, feita ao povo de Israel ainda nos tempos do cativeiro, nos lembra de nossa esperança pelo dia em que Cristo retornará para aqueles que creem nele e o seguem.

Durante suas últimas semanas, David frequentemente mostrava aos visitantes um grande quadro de Jesus que estava próximo ao seu leito, dizendo: “Ele logo virá para buscar-me.” Esta é a esperança que Jesus Cristo dá a todos os Seus filhos, que inspira a nossa gratidão e louvor a Ele!

— David C. McCasland


Leia: Isaías 35:3-10 

Examine: A Bíblia em um ano: 1 Samuel 25-26;Lucas 12:32-59

Considere: Viva como se Cristo tivesse morrido ontem e estivesse voltando hoje.

UM HUMILDE PEDIDO AOS AMORREUS

Resultado de imagem para O Altíssimo cuida daqueles que são dEle.


Deixa-me passar pela tua terra; não nos desviaremos pelos campos nem pelas vinhas, e as águas dos poços não beberemos; iremos pela estrada real até que passemos os teus termos.Números 21.22
  

Israel estava a caminho de Canaã, sob a direção do Senhor. O longo trajeto chegava perto do fim. Humildemente, Moisés fez um pedido a Seom, rei dos amorreus: que os israelitas pudessem passar pelo território do monarca. Esse rei havia tido uma disputa com o rei de Moabe e tomado dele uma grande parte de sua região. Dá para entender que só não se apossou de mais terra pelo fato de o rei moabita ter lhe dado rapazes e moças de Moabe.

O pedido de Moisés estava longe de ser um perigo para Seom. O servo de Deus declarou que permaneceriam pela estrada principal até saírem daquele reino. Mas, talvez pela vaidade de ter vencido o rei de Moabe, o amorreu impediu Moisés de pegar o atalho. Ainda por cima, convocou toda a sua gente e foi com ânimo para destruir Israel. Ele só esqueceu um detalhe: ninguém pode tocar no povo do Senhor.

A garantia de Moisés e sua humildade em pedir permissão se resumiram a nada para o então rei de Moabe. Tanto foi assim que ele confrontou os israelitas. Porém, Seom desconsiderou que o Senhor é verdadeiramente Deus e luta por quem é dEle. Já o deus de Moabe era um demônio perverso que não livrava os seus (Nm 21.29).

Com facilidade, Israel feriu a fio de espada os amorreus. Consequentemente, as terras que o rei desse povo havia tomado do rei moabita se tornaram parte da herança de Israel. Isso tudo estava fora dos planos de Moisés, mas, como Seom os enfrentou, o jeito foi defender-se. Depois, outro rei amorreu, Ogue, sentiu-se ameaçado por Israel e, em vez de propor paz, atacou os israelitas. Acabou derrotado também (Nm 21.35). Aleluia!

É impossível alguém se intrometer no plano divino e sair ileso. Aqueles que ameaçaram a vida dos escolhidos de Deus pagaram caro pela audácia. Assim será até o fim. O Altíssimo vela por aqueles que são dEle. Por isso, não devemos temer o dia de amanhã, desde que estejamos servindo ao Senhor. As promessas do Todo-Poderoso a nosso respeito dizem que tocar em nós é como tocar na menina dos Seus olhos (Zc 2.8). Deus é, de fato, o Senhor!

No início da jornada de Moisés, houve um faraó que perseguiu os israelitas e tentou destruí-los no mar, o qual fora aberto pela mão divina. No entanto, tão logo o último israelita pisou na praia do outro lado, a barreira de água se desfez nele e em seu exército. Certamente, teria sido melhor abençoar os filhos de Deus e ser abençoado por Ele! O ímpio ignora o Deus que guarda Seus servos. Quem levantar a mão contra o povo santo pagará um alto preço.

Procure estar em comunhão com o Altíssimo, orando para Ele lhe revelar a Sua vontade. Ao entendê-la, comece a cumpri-la com todo o seu coração. O Pai celeste jamais deixará os Seus filhos serem molestados pelo inimigo.

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

quinta-feira, 14 de junho de 2018

MOMENTO DA PALAVRA COM O Pr JOSUÉ GONÇALVES


Líderes que Lideram Líderes - Josué Gonçalves



Versículo do dia


Versículo do dia

Como um natural entre vós será o estrangeiro que peregrina convosco; amá-lo-ás como a ti mesmo, pois estrangeiros fostes na terra do Egito. Eu sou o Senhor vosso Deus.

VÍDEO DO DIA - Vineyard - Reina em Mim (Lord, Reign In Me) - Ao Vivo



Vineyard - Reina em Mim (Lord, Reign In Me) - Ao Vivo




PÃO DIÁRIO - 14/06/2018 - Conte a história


Conte a história


…contaremos à vindoura geração os louvores do Senhor, e o seu poder, e as maravilhas que fez. —Salmo 78:4


Numa entrevista perguntaram ao cineasta George Lucas de que maneira ele gostaria de ser lembrado. Ele respondeu: “Serei lembrado como um cineasta. […] Espero que algumas das histórias que contei ainda sejam relevantes. […] Se você criou filhos, sabe que tem de explicar coisas a eles e, se não o fizer, eles acabarão aprendendo da maneira mais difícil. […] Então, as velhas histórias têm de ser reiteradas de uma forma que seja aceitável a cada nova geração. Não acho que um dia deixarei de contar as velhas histórias, porque penso que elas ainda precisam ser contadas.”

No Salmo 78, o salmista reconhecia a possibilidade de as poderosas obras de Deus serem esquecidas e de uma geração perder-se; por esse motivo, conclamou o povo de Deus a nunca se cansar de contar a velha história dos Seus atos de redenção às futuras gerações (v.4). O objetivo dessa repetição perpétua da sua história não era apenas memorizar dados históricos; mas inspirar fé, obediência e esperança no Senhor (v.7) e impedir as gerações futuras de tatearem nas trevas da descrença e rebelião, como as gerações anteriores (v.8).

Devido ao grandioso poder e graça de Deus em nossas vidas, desejamos ser fiéis para contarmos Suas histórias, para que possamos inspirar fé e obediência nas futuras gerações.

— Marvin Williams


Leia: Salmo 78:1-8 

Examine: A Bíblia em um ano: 1 Samuel 22-24;Lucas 12:1-31

Considere: As histórias sobre a graça no passado inspiram as histórias de fé que serão contadas no futuro.

APAREÇAM A TUA OBRA E A TUA GLÓRIA

Resultado de imagem para APAREÇAM A TUA OBRA E A TUA GLÓRIA


 Apareça a tua obra aos teus servos, e a tua glória, sobre seus filhos.Salmo 90.16
  

Moisés aprendeu a fazer determinada oração, e, depois, o Senhor lhe ordenou que a escrevesse, para que todos pudessem clamar pela revelação da obra divina. Isso é de extrema importância! Não há nada mais triste do que uma pessoa ser convencida pelo inimigo de que a vida dela não tem utilidade. O diabo procurará incutir isso na cabeça dela, a fim de que ela não execute os planos de Deus.

Sendo servo fiel, ore para o Senhor lhe mostrar o propósito dEle. Desse modo, você andará com firmeza, certo de que o que faz está de acordo com a vontade de Deus. Com o norte revelado, você realizará o que agrada a Ele. Com isso, além de se sentir completo em sua missão, receberá a alegria divina pela sua obediência, bem como a força necessária para vencer.

O Altíssimo tem um projeto para cada um que vem ao mundo. Sem dúvida, Ele o revelará a quem desejar saber. São múltiplas as atividades a serem desenvolvidas pelos salvos. Por isso, ao conhecerem qual é a parte deles na seara, eles se desdobrarão para cumpri-la da melhor maneira possível. Peça a Deus que lhe mostre o que lhe cabe fazer em prol do Evangelho.

Diz a Palavra: Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas (Ef 2.10). O Pai celestial as elaborou e ajudará Seus servos a concretizá-las. Então, ao conhecê-las, comece a pedir o auxílio do Senhor, a fim de cumpri-las com perfeição. Se orar e seguir a direção de Deus, você se tornará um bom cumpridor da Sua obra. A humanidade precisa disso.

Agora, quem não deseja conhecer os desígnios do Senhor, com medo de que não sejam os imaginados, mostra quão tolo é. Ora, sabendo da nossa capacidade, Deus propõe sempre o melhor para desempenharmos. Esconder-se para não obedecer às ordens divinas é desprezar o próprio chamado. O Altíssimo não erra em nada e, certamente, se Ele o convocou, é porque você é o mais preparado para a tarefa.

Devemos clamar também para que a glória divina sobre Seus filhos nos seja revelada. Definitivamente, você não veio ao mundo por acaso, e sim para se alegrar e realizar a plena vontade do Senhor. Assim, você viverá da melhor maneira possível. Se quiser e ouvir, você comerá do melhor desta terra (Is 1.19). O plano divino inclui todas as Suas bênçãos.

Procure saber as suas incumbências em benefício da humanidade. Então, ao cumpri-las, tendo conhecido a glória do Senhor, você verá que Ele foi muito bom com você. Você terá, pela eternidade, uma recompensa por ter colaborado com o Pai celestial. Ninguém pode dizer que a sua vinda ao mundo foi acidente de percurso.

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Versículo do dia

Versículo do dia


Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.

VÍDEO DO DIA - RON KENOLY - DVD LIFT HIM UP FULL BY EYDELY BESTOFGOSPEL CHANNEL




RON KENOLY - DVD LIFT HIM UP FULL BY EYDELY BESTOFGOSPEL CHANNEL



PÃO DIÁRIO - 13/06/2018 - Sistema de honra


Sistema de honra


Quem é fiel no pouco também é fiel no muito; e quem é injusto no pouco também é injusto no muito. — Lucas 16:10


Muitas casas próximas à nossa vendem hortaliças e sempre-verdes à beira da estrada. Às vezes, nos dirigimos a uma banca sem ninguém cuidando, que opera segundo o “sistema de honra”. Ao escolhermos o que desejamos comprar, colocamos o dinheiro numa caixa ou numa velha lata de café. Então, vamos para casa saborear as frutas e os vegetais recém-colhidos.

Mas, nem sempre esse sistema de honra funciona. Minha amiga Jaqueline tem uma banca de flores em frente à sua casa. Um dia, ao olhar para fora, pela janela, viu uma mulher bem vestida e com um grande chapéu colocando vasos de sempre-verdes no porta-malas de seu carro. Jaqueline sorriu ao calcular mentalmente um lucro de $50 por seus trabalhos no jardim. Mas, ao verificar a caixa de dinheiro mais tarde, ela estava vazia! O sistema de honra revelara que aquela mulher não era merecedora de honra.


Talvez, para ela, levar as flores parecesse algo pequeno. Mas, ser honesto nas pequenas coisas indica como reagiremos nas grandes (Lucas 16:10). A honestidade em todas as áreas de nossas vidas é uma maneira de darmos honra a Jesus Cristo, nosso Salvador.


O melhor sistema de honra para um seguidor de Cristo é Colossenses 3:17: “…tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus…”


— Cindy Hess Kasper



Leia: Lucas 16:1-10 


Examine: A Bíblia em um ano: 1 Samuel 19-21;Lucas 11:29-54


Considere: Honestidade significa nunca se preocupar se você está sendo observado.

JOSUÉ NÃO PODIA ERRAR

Resultado de imagem para (Sl 46.1)

O SENHOR, pois, é aquele que vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes.  Deuteronômio 31.8
  

Ao repetir para Josué que Deus iria adiante dele, Moisés mostrava que o filho de Num não podia errar, acovardar-se nem voltar atrás. Caso contrário, o Senhor não ficaria feliz com alguma atitude errada tomada pelo novo líder. Da mesma forma, se estamos agindo em o Nome de Jesus, não podemos pensar em ter “cartas na manga”, para, em caso de surpresas, nos livrarmos de derrotas que nos marcarão negativamente. 

Ao dar a Sua Palavra, o Senhor acredita que a obra já está feita, e, por isso, temos de considerar o assunto encerrado. Ora, ao dar a Sua declaração sobre algum mal que nos fustiga, devemos nos levantar na fé em Jesus e ordenar que aquilo se resolva tal como o Altíssimo falou, pois, naquela hora, nossas necessidades foram supridas. Pensar diferente disso é permitir ser derrotado pelo inimigo. A vitória é sempre nossa!

Quando Deus vai adiante, Ele sabe para onde nos levar, o que deve ser feito ou evitado e também quais são os nossos deveres para honrarmos o Seu santo Nome. Portanto, deixá-Lo nos dirigir é o maior segredo para sermos bem-sucedidos; caso contrário, seremos derrotados, e isso nunca deveria estar em nosso coração. Agir ou crer de outra maneira é negar a Sua Palavra. Viva de modo digno da vocação dada por Ele.

Não há a menor hipótese de Deus nos deixar por um só segundo, porque Ele nos conduz na batalha em todo o tempo, no intuito de sermos vencedores. As Suas declarações são o maior testemunho do que devemos ser e fazer. Caso não cumpramos o Seu plano, nós nos prejudicaremos e não obteremos sucesso. Crer que Ele sempre nos dirige em triunfo precisa ser a nossa resposta a todo mal.

Quando a situação parecer a pior possível, lembre-se: Deus é o nosso Refúgio e nossa Fortaleza, Socorro bem presente no momento do ataque, na hora da tribulação (Sl 46.1). Então, não deixe de obedecer a Ele. O que ocorreu de errado em sua vida não foi algo inesperado, e sim o cumprimento dos planos do diabo. No entanto, vivendo aos pés do Senhor, você escapará das astutas ciladas do maligno. Satanás já foi derrotado por Jesus!

Veja bem, Deus Se constituiu a nossa Força; Ele é a capacidade que não podemos desprezar, mas, sim, usar. Não há como enfrentarmos as trevas usando apenas as nossas forças. Porém, como Ele decidiu ser o nosso Deus, conduzindo-nos em vitória, por que não utilizarmos esse poder que já está operando em nosso favor? Eis o melhor da vida: saber que o Senhor é fiel em tudo o que promete.

Satanás tentaria barrar a caminhada de fé e êxito de Josué, mas esse servo de Deus poderia enfrentar qualquer exército inimigo, porque o Altíssimo estaria com ele. Da mesma forma, creia que tudo o que você entende nas Escrituras lhe diz respeito. Então, com determinação, jogue por terra o que o impede de ser feliz. Desfrute da sua vitória!

Em Cristo, com amor,


R. R. Soares