quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Versículo do Dia


Versículo do Dia


Porque a graça salvadora de Deus se há manifestado a todos os homens, 

VÍDEO DO DIA - Hallelujah - Anthony Evans (Legendado em Português)


Hallelujah - Anthony Evans

 




PÃO DIÁRIO - 23/11/2017 - Seguindo o Mestre

Seguindo o Mestre

Em uma exibição de cães perto de minha casa, assisti a performance de um cão da raça Welsh Corgi, chamado Trevor. Ao comando de seu dono, ele corria muitos metros e imediatamente retornava, pulava cercas e identificava objetos pelo faro. Depois de terminar cada exercício, sentava-se aos pés do dono e esperava por mais instruções.

A atenção deste cachorro aos comandos de seu mestre me lembrou da devoção que Deus desejava de Seu povo ao segui-lo pelo deserto. O Senhor os guiou de modo único. Sua presença aparecia em forma de nuvem. Se ela subisse, Ele queria que Seu povo mudasse para outra área. Se a nuvem descesse, deveriam permanecer no lugar. “Segundo o mandado do Senhor, se acampavam e, segundo o mandado do Senhor, se punham em marcha…” (Números 9:23). Os israelitas seguiam esse comando dia e noite, não importando quanto tempo deveriam permanecer em cada lugar.

Deus não estava simplesmente testando os israelitas. Ele os estava guiando à Terra Prometida (10:29). Ele queria leva-los a um lugar melhor. O mesmo acontece conosco quando o Senhor nos pede para segui-lo. Ele quer nos guiar a uma comunhão mais íntima com Ele. Sua Palavra nos assegura de que Ele é amoroso e fiel ao guiar aqueles que humildemente o seguem. — JBS


Leia: Números 9:15-23 

Examine: Segundo o mandado do Senhor, se acampavam e, segundo o mandado do Senhor, se punham em marcha… —Números 9:23

Considere: Deus pede a Seus filhos que sigam o Líder.

FILHOS DO IMPRESTÁVEL

Resultado de imagem para Pregar o Evangelho é obrigação de todo cristão


 Porém os filhos de Belial serão todos como os espinhos que se lançam fora, porque se lhes não pode pegar com a mão. 2 Samuel 23.6
  

Embora a queda de Adão tenha nos tornado reféns do pai da mentira, o ser humano tem o direito de se tornar filho de Deus. Isso ocorre quando ele ouve o Evangelho e, então, sente que a mensagem é correta e firme para lhe dar a salvação. Se, ao aceitar Jesus como seu Salvador, a pessoa é salva, mas se recusa a dar ouvidos à voz do Senhor, ela continuará perdido, pois preferiu a rebeldia.

Continuar em pecado significa optar pelo comando do diabo, o imprestável. O inimigo só sabe fazer o mal, levando as pessoas a se distanciarem da Verdade. Por isso, quando vier a consumação dos séculos, na qual todos comparecerão perante o trono branco, onde não existe maldade e a luz brilha em todo o seu fulgor, as transgressões delas serão reveladas. Então, serão condenadas ao suplício eterno. Misericórdia!

Os convertidos a Cristo recebem o poder de se tornarem filhos de Deus. Os de dura cerviz continuam como filhos de Belial e, no Juízo, receberão a condenação eterna. Ora, por que muitos recusam o Senhor Jesus? Será que isso é obra do diabo? Sim, assim como Deus fala a todos para que se salvem, o diabo também o faz, levando quem o ouve a recusar o convite para os Céus. Triste!

Pregar o Evangelho é obrigação de todo cristão, e os desobedientes serão declarados culpados por terem cruzado os braços. Assim como eles ouviram as Boas-Novas e, em diversos casos, demoraram anos para decidirem aceitar Jesus como Salvador, há outras pessoas que também levam muito tempo para tomar uma atitude. Esse é o motivo pelo qual temos de pregar exortando os perdidos a se salvarem. Dessa forma, evitarão a perdição eterna.

A Palavra é clara: os rebeldes são como os espinhos – só prestam para serem lançados fora. Veja como você tem procedido com a oferta da salvação. Se morrer nesse estágio, nada que alguém faça para mudar seu futuro terá valor. A perdição sem fim é o destino de quem julga jovem demais para se consagrar a Deus.

Um dia, os filhos do imprestável chorarão amargamente, mas nada disso os ajudará. Por que não se converter logo, se o seu amanhã sem Jesus será terrível? Daqui a milhões de anos, você estará condenado, quando poderia estar ao lado do Criador, desfrutando das coisas boas que Ele preparou para os Seus! Não perca essa oportunidade. Nada vale o seu sofrimento.

Sendo filho do imprestável, você é comparado aos espinhos, pois os seus erros impedem a mão de Deus de pegá-lo. Se crer, o Altíssimo mudará a sua maneira de ser. Deixe a mão dEle, estendida em sua direção, livrá-lo das garras do diabo. Aceite a libertação hoje! 

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

MOMENTO DA PALAVRA COM O Pr CLAUDIO DUARTE


COISAS QUE SUFOCAM O CASAMENTO


Versículo do Dia

Versículo do Dia

Não escondas de mim a tua face, não rejeites ao teu servo com ira; tu foste a minha ajuda, não me deixes nem me desampares, ó Deus da minha salvação. 

VÍDEO DO DIA - Amazing Grace (tradução) - 12 anos de escravidão


Amazing Grace (tradução) 

- 12 anos de escravidão



PÃO DIÁRIO - 22\11\2017 - Acreditar

Acreditar

Em um campo de prisioneiros na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial, alguns americanos, escondidos dos guardas, montaram uma rádio caseira. Um dia surgiu a notícia que o alto comando alemão havia se rendido, acabando a guerra. Por uma falha de comunicação, porém, os guardas ainda não sabiam da novidade. Quando a notícia se espalhou entre os prisioneiros, uma grande celebração aconteceu. Durante três dias eles cantaram, acenaram para os guardas e fizeram piadas durante as refeições. No quarto dia, ao acordar, descobriram que os alemães tinham fugido. Sua espera tinha chegado ao fim.

Uma série de histórias da Bíblia se refere à espera: Abraão esperando por um filho (Gênesis 12–21). Os israelitas esperando por libertação. Profetas esperando pelo cumprimento de suas próprias previsões. Os discípulos esperando por Jesus agir como o poderoso Messias tão aguardado. As palavras finais de Jesus no encerramento do livro do Apocalipse são “…Certamente, venho sem demora”, seguido por uma urgente oração, “Amém! Vem, Senhor Jesus!” (22:20). Nós ainda esperamos por isso.

A pergunta que me faço é: Enquanto esperamos, por que somos tantas vezes temerosos e ansiosos? Podemos, como os prisioneiros, agir de acordo com as boas-novas que dizemos crer. O que é fé em Deus afinal, senão acreditar antes no que somente terá sentido no porvir?
—PY

Leitura: Apocalipse 22:12-21 

Examine: …Certamente, venho sem demora… 
—Apocalipse 22:20

Considere: Esperar prova a nossa fé, de forma que esperamos na esperança.

QUANDO SAI O SOL

Resultado de imagem para em Jesus, estão a Verdade e a libertação (Gl 5.1)!


E será como a luz da manhã, quando sai o sol, da manhã sem nuvens, quando, pelo seu resplendor e pela chuva, a erva brota da terra.   2 Samuel 23.4
  

A vinda do Justo revelada a Davi modificaria o mundo todo. As mais diversas religiões não têm como base a Verdade. Algumas pregam o bem, levando os cidadãos a conviverem com as pessoas. Entretanto, seus participantes não sabem se proteger das obras das trevas. Parte da culpa é nossa, porque, apesar de o Evangelho ter sido trazido por Jesus, está sendo vivido na contramão de como Ele ensinou.

Pelo que foi apresentado a Davi, a chegada do Príncipe da Paz seria a nossa sorte. Assim como os fenômenos da natureza dão força para a erva brotar da terra, a Palavra produziria o alimento para sustentar a humanidade. Não temos de brincar de religião ou brigar com os seguidores das outras doutrinas. O certo é mostrar-lhes que, em Jesus, estão a Verdade e a libertação (Gl 5.1)!

A luz da manhã sem nuvens permite a manutenção da vida em nosso planeta. Assim, a esperança renasce! Pela visão espiritual, tal acontecimento físico é a renovação da fé e da Verdade que está em Cristo. A nossa manhã não pode ter nuvens – doutrinas estranhas – que nos separem da luz do Sol da Justiça. 

O Sol da Justiça sai para dar a luz, a fim de ser apregoada a liberdade aos cativos (Lc 4.18,19). Sendo assim, muita gente será afastada das iniquidades e transgressões. Quando o Sol brilha sem sombra de erros doutrinários ou pecados, a Sua força faz a semente germinar. Consequentemente, aqueles que, nas mais diferentes nações, prestavam-se a cultos estranhos veem a Verdade libertá-los, como ocorreu com os moradores de Nínive (Jn 3.10).

O resplendor do Sol fará as pessoas renunciarem ao erro antigo delas e de seus antepassados, e a Verdade brilhará nelas. Logo, acordarão do sono dominador de Satanás. Como a mulher possessa que não podia se endireitar (Lc 13.11), essas novas criaturas passam a se sentir amadas, findando sua busca em Cristo. A mudança se dá ao conhecerem a Verdade (Jo 8.32).

Com o brilho ininterrupto do Sol da Justiça e a descida da chuva simbolizando o Espírito Santo, a vida é garantida aos servos do único Deus. Não é intrigante? As pessoas queriam achar essa segurança nas religiões, mas não a encontraram. No entanto, agora, desfrutam desse verdadeiro presente celestial. Oh, glória!

O germinar da semente é tudo o que precisa ocorrer. Desse modo, multidões verão o amor de Cristo fazer brotar a erva da terra – a Terra da Promessa. Todos os povos podem experimentar o melhor do Senhor ao serem conduzidas pelo Espírito de Deus. A revolução espiritual de amor ao próximo será tremenda.

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Versículo do Dia

Versículo do Dia


Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo. 

VÍDEO DO DIA - Alan Jackson - Precious Memories (Gospel Songs)


Alan Jackson - Precious Memories

 (Gospel Songs)



PÃO DIÁRIO - 21\11\2017 - Procurando Zaqueu

Procurando Zaqueu


Alf Clark anda pelas ruas da cidade à procura de Zaqueu. Bem, não aquele da Bíblia — Jesus já o encontrou. Este pastor e alguns amigos que servem num ministério urbano fazem o que Jesus fez no livro de Lucas 19. Eles percorrem propositadamente a cidade para encontrar e ajudar aos necessitados.

Clark anda de casa em casa em seu bairro, batendo nas portas e dizendo a quem aparece nelas: “Oi, sou Clark. Você tem necessidades pelas quais eu possa orar?” Essa é a sua maneira de iniciar a conversa e — como Jesus fez com o cobrador de impostos Zaqueu — oferecer conselhos necessários, vida espiritual e esperança.

Perceba o que Jesus fez. Lucas simplesmente diz que Jesus “…atravessava…” Jericó (Lucas 19:1). É claro que uma multidão se reuniu, como costumava ocorrer quando Jesus vinha à cidade. Sendo “…de pequena estatura”, Zaqueu subiu numa árvore. Jesus, ao passar, foi até aquela árvore e disse que tinha de visitar a sua casa. Naquele dia, a salvação foi à casa de Zaqueu. Jesus tinha vindo “…buscar e salvar o perdido” (v.10).

Estamos procurando por Zaqueu? Ele está em todo o lugar, precisando de Jesus. De que maneiras podemos compartilhar o amor de Cristo com as pessoas que necessitam do Salvador?  —JDB

Leia: Lucas 19:1-10 

Examine: …Hoje, houve salvação nesta casa… — Lucas 19:9

Considere: As boas-novas de Deus são boas demais para guardarmos para nós mesmos.

A ROCHA DE ISRAEL A MIM ME FALOU

Resultado de imagem para Davi teve o privilégio de amar o Senhor desde cedo

Disse o Deus de Israel, a Rocha de Israel a mim me falou: Haverá um justo que domine sobre os homens, que domine no temor de Deus. 2 Samuel 23.3
  

Davi teve o privilégio de amar o Senhor desde cedo. Por não ser uma pessoa rancorosa, o futuro rei não guardava mágoa da época em que seu pai o enviava para cuidar das ovelhas da família. Lá, Davi aproveitava o tempo para estar em comunhão com Deus, tocar harpa e levar o rebanho aos campos verdejantes e às águas tranquilas. Desse modo, seus animais eram alimentados e pastoreados.

Esse pequeno pastor de ovelhas tinha tudo para se considerar sem direito algum, pois era o oitavo filho de uma família simples (1 Sm 16.10,11). Diante disso, o que ele poderia esperar? O primogênito herdaria o dobro dele, e, se o primeiro filho morresse, o segundo lhe sucederia. Olhando para a ordem natural, a sua vez jamais chegaria. No entanto, como Davi conservou a sua fé no Altíssimo, uma série de boas coisas começou a acontecer e o levou a ser rei e pastor de Israel. O seu dia chegará também!

Davi depositava a sua fé no Deus de Israel, entendimento que Jacó tivera do Senhor (Gn 33.20). Hoje, não temos de declarar o mesmo a respeito do Altíssimo, porque a revelação foi ampliada, inclusive por Davi e pelos demais servos do Todo-Poderoso, os quais Lhe serviram antes da vinda de Jesus, quando a revelação se concluiu. Ele é o Deus e Pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Agora, temos o Senhor de modo completo, por isso somos mais do que vencedores.

O filho de Jessé afirmou que o Deus de Israel, a Rocha de Israel havia falado com Ele. Isso fez Davi ser vitorioso nas batalhas, pois ele se agarrava às orientações do Senhor e não abria mão delas. Assim, guardou a revelação crendo nela e repetindo-a detalhadamente. Quando Deus lhe dissera que um justo dominaria sobre os homens (2 Sm 23.2,3), falava de Jesus, o qual viria ao mundo para nos libertar do reino das trevas (Is 61.1). Aleluia!

Esse domínio seria no temor do Senhor, no respeito ao que Deus lhe havia dito. Se você deseja vencer as lutas, esteja sempre em sintonia com o Altíssimo por meio das Escrituras. Nelas, você encontrará o poder para realizar a obra do agrado dEle. Você deve crer em tudo o que aprender do Todo-Poderoso e, a partir dessa instrução, o seu procedimento dever ser de respeito total a Ele.

O Justo já veio e nos resgatou do império do mal (Cl 1.13,14). Portanto, não há motivo para temermos o diabo nem seus demônios, visto que eles não podem nos atingir. Recuse qualquer ensinamento que o induza a ser mais tímido na fé, afirmando que, se você for intrépido, o diabo pode se irar contra sua vida e atacá-lo, fazendo-o sofrer. Isso nunca foi verdade; ao contrário, o maligno teme quando falamos em Nome de Jesus (Mc 16.17,18).

Fique com o que a Rocha eterna, o Deus e Pai de Cristo lhe diz, pois Ele fala a Verdade. Ao entender as declarações da Palavra, você passa a ter direitos e privilégios em Jesus. O ato de crer no Altíssimo é suficiente para salvá-lo e fazê-lo vitorioso. Amar a Deus é crer em Sua Palavra!

Em Cristo, com amor,





R. R. Soares

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

MOMENTO DA PALAVRA COM O Pr CLAUDIO DUARTE


Maturidade no Relacionamento




Versículo do Dia

Versículo do Dia


Pois disse eu: A tua benignidade será edificada para sempre; tu confirmarás a tua fidelidade até nos céus, dizendo: 

VÍDEO DO DIA - D´Ele, por Ele, e para Ele - David Quinlan


D´Ele, por Ele, e para Ele - David Quinlan





PÃO DIÁRIO - 20\11\2017 - Alguém está cantando?


Alguém está cantando?

Mais de 320 km acima da Terra, Chris Hadfield, astronauta canadense e comandante da Estação Espacial Internacional, cantou uma música com um grupo de estudantes que estava em um estúdio na terra. A música se chamava: “Há alguém cantando?” coescrita por Hadfield e o cantor canadense Ed Robertson.

Uma frase da música chamou minha atenção: “Você não pode estabelecer fronteiras daqui de cima.” Embora nós, humanos, estabeleçamos limites entre nós mesmos — nacionais, étnicos, ideológicos — a canção me lembrou de que Deus não vê tais distinções. O que importa para o Senhor é que nós amemos a Ele e uns aos outros (Marcos 12:30,31).

Como um pai amoroso, Deus quer Sua família unida. Não podemos realizar o que Deus tem para nós se recusarmos a nos reconciliar uns com os outros. Em Sua mais ardente oração, na noite anterior à crucificação, Jesus clamou a Deus que unisse Seus seguidores: “A fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós…” (João 17:21).

O canto ilustra a unidade ao concordarmos com a letra, acordes e ritmos. Também pode promover a unidade ao nos reunir em paz, proclamar o poder do Senhor por meio do louvor e demonstrar a glória de Deus ao mundo. — JAL

Leia: João 17:20-26 

Examine: …suportando-vos uns aos outros em amor, esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz. — Efésios 4:2-3

Considere: Cantar louvores a Deus nunca sairá de moda.

O FILHO DE JESSÉ

Resultado de imagem para o filho de jessé


E estas são as últimas palavras de Davi. Diz Davi, filho de Jessé, e diz o homem que foi levantado em altura, o ungido do Deus de Jacó, e o suave em salmos de Israel.2 Samuel 23.1
  

Um dia, pronunciaremos nossas últimas palavras. Como elas serão? Os cristãos devem orar e crer para proferirem, em seu momento derradeiro, as  mais edificantes, lindas e poderosas palavras jamais ditas em toda a sua vida. A capacidade do Senhor de nos ajudar e usar é inimaginável. Isso inclui toda a humanidade, pois, no plano divino, há um traçado específico de sucesso para cada um. Aleluia!

Davi afirmou ter sido levantado em altura. Isso ocorreu por ele ter-se deixado usar pelo Todo-Poderoso. Se algo semelhante não acontece com outra pessoa, é porque ela não creu na Palavra, desde seu primeiro contato com o Evangelho. O Pai não tem privilegiados (Dt 10.17). Sendo assim, ao dar ouvidos ao Senhor, qualquer um, em qualquer lugar, há de entender o quanto pode ser um instrumento nas mãos dEle. O plano celestial é perfeito para cada indivíduo.

Não importa se você foi chamado para ser o pastor de uma igreja ou o porteiro. Deus quer usá-lo de modo grandioso na atividade na qual Ele o colocou. Quem acredita no Altíssimo consegue transformar um deserto em um lindo pomar. Então, jamais se meça pelo que, aparentemente, pode fazer, e sim pelo que o Senhor quer realizar por seu intermédio. Cumpra a sua missão utilizando as habilidades concedidas por Ele.

Em seu momento final, Davi honrou o seu pai. Se os seus pais não se sobressaíram em alguma ocupação secular, o fato de o terem gerado já é motivo suficiente para você honrá-los. Há uma promessa esquecida por todos: Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá (Êx 20.12). Portanto, não desperdice o que o Santo Espírito lhe diz na Bíblia, pois, no que Deus lhe tem feito compreender, você se realizará.

A sua chamada para ser filho de Deus e pertencer ao Evangelho prova que você foi levantado em altura, em dignidade. Portanto, busque no Senhor a totalidade do plano dEle e uma maneira de colaborar com o Santo Espírito no cumprimento desse projeto. Ao fazer isso, você entenderá e terá a capacidade para realizar o que lhe dará recompensa eterna. 

O rei Davi se definiu como o ungido de Deus. Essa definição é importante para você aprender e efetuar o plano divino a seu respeito. Quem aceitou Jesus como Salvador e foi batizado nas águas e no Espírito Santo tem a obrigação de crer que foi ungido pelo Deus de Jacó – o entendimento do patriarca acerca do Senhor – e recebeu poder e graça, tal qual o Senhor Jesus, para fazer a vontade divina.

Davi disse que era suave nos salmos. Ao dedilhar sua harpa, louvava o Altíssimo de tal modo, que o demônio abandonava o rei Saul (1 Sm 16.23). O filho de Jessé conseguia resolver os seus problemas com os cânticos. Você tem essa habilidade para executar o que Deus lhe destinou. Amém!

Em Cristo, com amor,





R. R. Soares

domingo, 19 de novembro de 2017

Versículo do Dia

Versículo do Dia


Naquele dia abrir-se-á a tua boca para com aquele que escapar, e falarás, e não mais ficarás mudo; assim virás a ser para eles um sinal, e saberão que eu sou o Senhor.

VÍDEO DO DIA - Santo ● Juliano Son e Diante do Trono no Sertão



Santo ● Juliano Son e Diante do Trono 




PÃO DIÁRIO -19\11\2017 - Outdoors ambulantes

Outdoors ambulantes

O primeiro contato de Pete Peterson com o Vietnã foi na guerra. Durante um bombardeio aéreo em 1966, seu avião foi derrubado e ele levado como prisioneiro. Passados mais de 30 anos, o ex-prisioneiro retornou ao país como embaixador americano. Um artigo na imprensa o chamou de “outdoor ambulante para reconciliação.” Ele percebeu anos antes que Deus não havia lhe salvado para viver com raiva. Por crer nisso, usou sua vida e posição para fazer diferença, promovendo a melhoria de padrões de segurança para as crianças no Vietnã.

É uma grande honra e responsabilidade ser designado representante de seu país em outra nação. Como seguidores de Cristo somos “embaixadores em nome de Cristo” (2 Coríntios 5:20). Da mesma forma que Deus enviou Jesus para nos reconciliarmos com Ele (v.18), agora temos o ministério da “reconciliação” (v.19). Nossa mensagem é que tudo pode ser redimido em Cristo porque, “Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus” (v.21).

Em resposta ao amor reconciliador que Jesus nos oferece, podemos repartir esse amor com outros. Cumpramos nosso papel com seriedade. Aonde quer que Deus nos coloque neste mundo, Ele pode nos usar como outdoors ambulantes da reconciliação por Jesus Cristo.  —CPH

Leia: 2 Coríntios 5:16-21 

Examine: De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo… —2 Coríntios 5:20

Considere: Boas-novas mantidas em silêncio não são novidade alguma. 

TRÊS PROMESSAS IMPORTANTES

Resultado de imagem para Não haverá alguma que aborte, nem estéril na tua terra; o número dos teus dias cumprirei. Êxodo 23.26

Não haverá alguma que aborte, nem estéril na tua terra; o número dos teus dias cumprirei. Êxodo 23.26
  

É triste saber que houve um aborto, um processo de vida interrompido pelo homem, seja por fatores de saúde, seja por outros. Quem seria aquela criança? O que faria em favor da humanidade? Qual era o plano divino para ela? Se o Senhor nos dá uma bênção, devemos recebê-la com cuidado, carinho e proteção. Os dons de Deus são irrevogáveis (Rm 11.29). Firmados nessa garantia, ante uma ameaça abortiva, temos de usar o Nome de Jesus para impedir tal obra do diabo.

Algumas senhoras passaram meses em cima da cama, sem fazer grandes esforços, para não perderem seu bebê. Por certo, elas serão recompensadas no grande Dia. No entanto, quem cuida dos novos convertidos, clamando por eles durante suas provações e investindo o seu precioso tempo, a fim de ajudá-los, sem dúvida, está com o nome escrito no livro das retribuições do Senhor. Desse modo, na volta do Mestre, aquele intercessor terá uma recompensa maior, pois impediu um aborto espiritual.

Às vezes, o diabo consegue induzir uma mulher a não engravidar, convencendo-a de que ela poderá morrer no parto. Assim, os bons anos para ser mãe se passam. Depois, quando decide ter um filho a qualquer custo, já é tarde demais. Que frustração! Já outras deixaram a cobiça de ganhar dinheiro e serem bem-sucedidas na vida falar mais alto. Compensou?

Ninguém deveria aceitar ser estéril, pois, na Bíblia, inúmeras pessoas oraram e viram o Altíssimo acabar com essa incapacidade. Se Deus nos conheceu ainda quando éramos uma massa informe (Sl 139.16) e teceu os nossos músculos, bem como toda a nossa estrutura, Ele sabe o que atrapalha uma mulher de procriar. Portanto, ela gerará filhos se orar, ou seu marido fizer como Isaque (Gn 25.21). Deus é fiel!

Isaque não aceitou a infertilidade de Rebeca e orou instantemente por ela, até a oração dele ser ouvida, e sua esposa conceber. Se Isaque não fizesse mais nada, e olhe que ele fez muitas coisas boas, só pelo fato de também ter vindo ao mundo por meio do clamor e da fé de Abraão (Gn 21.1-3) e transmitido o seu temor a Jacó, já valeria a pena ter existido. Mesmo sendo patriarca e filho de Abraão, Isaque teve de lutar durante 20 anos para o cumprimento da promessa. Nem sempre é fácil!

A promessa de que os nossos dias de vida serão cumpridos nos leva a entender que há um determinado tempo para vivermos na Terra. Certamente, não é bom partir antes de ter sido concluído. Com Ezequias, rei de Judá, aconteceu algo semelhante. Antes do prazo de sua existência chegar ao fim, uma doença mortal o acometeu. Diante disso, o profeta Isaías orou por ele, mas Deus lhe disse que o rei morreria. No entanto, Ezequias reverteu o dito do Senhor pelo seu clamor, fazendo sua oração ser ouvida (2 Rs 20.1-11).

Tudo tem jeito! Até mesmo para estados que foram reconhecidos pelo Senhor como terminais. É tempo de orar sem limitação, pois, nos Céus, não precisaremos combater as obras malignas. O aborto sempre será algo anormal e deplorável. A esterilidade é a negação da vida, e, se os nossos dias forem abreviados, sofreremos prejuízo.

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

sábado, 18 de novembro de 2017

MOMENTO DA PALAVRA COM O Pr CLAUDIO DUARTE



Mastigou tem que engolir



Versículo do Dia

Versículo do Dia



Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome.

VÍDEO DO DIA - Quão Grande é o Meu Deus - Soraya Moraes


Quão Grande é o Meu Deus - Soraya Moraes



PÃO DIÁRIO - 18\11\2017 - Há esperança?

Há esperança?

Sentei silenciosamente ao lado da sepultura de meu pai, aguardando o início do enterro de minha mãe. Quando foi trazida a urna contendo as cinzas dela, senti como se estivesse com o coração entorpecido e a mente embaçada. Como vou suportar perder os dois dentro de um período de apenas três meses? Em meu pesar, me senti perdida, sozinha e um pouco sem esperança de como enfrentar o mundo sem eles.
Então, o pastor leu sobre outra sepultura. No primeiro dia da semana, cedo de manhã, mulheres foram ao túmulo de Jesus, levando aromas para Seu corpo (Mateus 28:1; Lucas 24:1). Chegando lá, ficaram assustadas ao encontrar um túmulo aberto e vazio — e um anjo. “…Não temais,” ele disse a elas (Mateus 28:5). Elas não precisavam ter medo do túmulo vazio ou do anjo, porque ele tinha boas notícias.
A esperança ressurgiu quando ouvi as seguintes palavras: “Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito…” (v.6). Porque Jesus ressuscitou, a morte foi vencida! O Senhor lembrou a Seus seguidores, dias antes de Sua morte: “…porque eu vivo, vós também vivereis” (João 14:19).

Embora lamentemos a perda de nossos amados, encontramos esperança por meio da ressurreição de Jesus e Sua promessa de que há vida após a morte. —AMC

Leia: Mateus 28:1-10 

Examine: Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito… —Mateus 28:6

Considere: Porque Ele vive, nós vivemos.

PÃO E ÁGUA ABENÇOADOS

Resultado de imagem para PÃO E ÁGUA ABENÇOADOS


E servireis ao SENHOR, vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de ti as enfermidades.   Êxodo 23.25
  

A lição aprendida nesse versículo nos acompanhará para sempre e nos ajudará bastante. Algumas pessoas levantam o copo para o Céu sempre que bebem água e lembram a Deus da Sua promessa de abençoar o pão e a água. Isso é lindo de ver, mas, se as condições estabelecidas não forem cumpridas, nada será feito. Na verdade, o pão aqui mencionado é a porção da Palavra que Ele nos dá a cada dia, e a água é a Sua revelação.

Quando não compreendemos o que Deus diz, oramos como crianças e, caso nada aconteça, costumamos ficar bravos com o Senhor e perguntamos o motivo da falta de resposta. No entanto, se antes de buscarmos os benefícios da promessa, entendermos e praticarmos os procedimentos necessários para alcançá-la, o poder divino operará mais facilmente em nosso favor. Com o pão diário já abençoado e a revelação da Palavra, obteremos sucesso.

O ato inicial fala de servir a Deus, e não simplesmente de nos servirmos dEle. Ora, servir a Deus é orar para ser atendido nas lutas, vencer as tentações e obter a realização das promessas. Quando ajudamos na evangelização dos perdidos aqui e no exterior, sem dúvida, estamos servindo a Quem não quer ver ninguém perecendo. A pessoa que é chamada para pregar, e não aceita tal missão, está em pecado.

Temos de servir ao Senhor. Ele deve ter a primazia sobre a nossa vontade e atitude. Se, diante de um grave problema, deixamos de orar por duvidar do socorro do Senhor, certamente não O consideramos como nosso Deus. Precisamos medir a ação divina de acordo com a nossa fé no Altíssimo, e não pelo tamanho da afronta maligna contra nós. Se a nossa convicção for pequena (Hb 11.1), devemos aprender a aumentá-la.

Após servirmos a Deus, considerando-O como tal, Ele abençoará o nosso pão e a nossa água. Invertendo essa ordem, nada funcionará. Porém, servindo-Lhe como Ele é e quer ser lembrado, oraremos e seremos agraciados. Apesar de isso não se referir ao pão e à água físicos, podemos clamar com esse propósito, pois a Bíblia não nos impede de fazer isso. Orar é bom e faz bem!

O restante do versículo fala das enfermidades serem tiradas do nosso meio. Isso seria bom para quem é chamado pelo Nome do Senhor, mas muitos vivem em tratamentos médicos doloridos e custosos. Há pessoas cuja casa mais parece uma farmácia. Por que Deus não tira do nosso meio as doenças? Bem, por não trabalharmos em favor dEle como Ele deseja. Misericórdia!

Veja se você está abrindo a porta para o inimigo entrar em sua vida e operar a perversa vontade dele. Não adianta ficar clamando e, depois, desconsiderar as orientações do Senhor. Se isso ocorre, conserte-se com o Altíssimo e, então, você passará a servir-Lhe como o seu Deus, e Ele Se fará presente em você como tal. A decisão é sua! Você a tomará?

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

sexta-feira, 17 de novembro de 2017