sexta-feira, 4 de maio de 2018

PARA SER FILHO DO PAI CELESTIAL

Resultado de imagem para Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem.Mateus 5.44


Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem.Mateus 5.44
  

É desagradável quando alguém se torna nosso inimigo. Isso não acontece por acaso, e sim por obra do diabo, no momento em que uma pessoa o acha inútil e acredita que você tem alguma coisa escondida para enganar os outros. Então, o acusador sai em campo, encontra quem não tem o Selo de Deus e o envenena.

Esse ser humano está nas mãos do acusador. Pela justiça dos homens, você pode entrar com uma ação de calúnia, injúria ou difamação contra um cidadão e com pedido de ressarcimentos de danos morais. Porém, se você é servo de Deus, há outra proposta para Ele Se tornar seu Pai. O Senhor diz que você deve orar por quem se opõe a você, para que seu opositor se livre do demônio que o usou. Somente a sua oração poderá libertá-lo, pois tal pessoa está em suas mãos. Ame-a!

Quem pecou contra você ficou sob seu poder de perdoar ou não. Se o Altíssimo já lhe perdoou tantas ofensas, por que não fazer um ato mínimo de misericórdia e amar o seu adversário? Esta é uma das obras mais poderosas que alguém pode realizar: olhar para quem o prejudicou e não somente falar com Deus, que lhe perdoa, mas também repreender a ação do oponente. Ao amá-lo, você quebra o poder do diabo sobre ele.

O Senhor declara também que temos de bendizer os que nos maldizem. É fácil cair nas mãos do pai da mentira. Se alguém nos injuria, logo o diabo entra em cena e nos convence a amaldiçoar tal vida. Em alguns casos, também fechamos os Céus para essa pessoa. É doloroso para você perdoá-la, depois de tanto mal que ela lhe fez, ou ter de bendizê-la e cercá-la com suas orações. No entanto, esse é o caminho para Deus operar em você!

Jesus não parou por aí, mas disse que devemos fazer o bem a quem nos odeia. A orientação é a mesma, pois, se queremos ser abençoados com o bem dos escolhidos, temos de agir como eles. Fazer o bem é quebrar o poder de Satanás sobre a pessoa que lhe fez mal. O Evangelho não é para ser lido superficialmente, e sim com atenção e disposição de cumprir o que Deus ordena.

Por fim, somos orientados a orar, dedicar tempo na presença do Altíssimo, para ajudar aqueles que nos maltratam e nos perseguem. Então, o que faremos? Deixaremos alguém nos enganar, levar a nossa bênção para bem longe, ou cumpriremos a orientação celestial? Fazer o bem a quem o persegue fará de você uma pessoa auxiliada pelo Senhor de modo fenomenal. Assim, o tentador perderá a sua capacidade de lhe trazer os seus males.

É fácil cumprir o plano do Senhor, desde que obedeçamos à Palavra. O próprio Deus encherá o seu íntimo com essa disposição, e você se livrará do maligno. Nada nos acontece por acaso, mas por desconhecimento de como funciona o mundo espiritual. Abençoe e seja abençoado!

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares