domingo, 6 de maio de 2018

A ABOMINÁVEL DECISÃO DE DAVI

Resultado de imagem para Sempre é bom orar e procurar na Bíblia o sinal verde do Altíssimo.

E disse Davi a Joabe e aos maiorais do povo: Ide, contai a Israel desde Berseba até Dã; e trazei-me a conta, para que saiba o número deles.1 Crônicas 21.2
  

Até servos de Deus, se não vigiarem, serão usados pelo inimigo. Isso ocorreu com o rei Davi, quando sentiu que deveria contar o povo. Essa atitude pareceu má aos olhos dos homens que andavam com o Senhor, mas, mesmo tendo sido aconselhado, ele permaneceu firme em sua decisão. O preço pago foi alto por ter feito o recenseamento. Ele se arrependeu, mas sem antes ver o custo de sua tola decisão. Cuidado para não ser guiado por Satanás!

Devemos ouvir os que andam perto de Deus, pois eles são usados de modo claro. Quando falam, dá para perceber a autoridade no timbre da voz. A pessoa que age inspirada pelo diabo até sente que a sua atitude é errada, porém insiste nela. Se você conversar com alguém que pecou, ele dirá que, na primeira vez, tremia dos pés à cabeça, mas, depois, tudo parecia normal.

O espírito que tomou conta do rei para realizar o recenseamento endureceu o seu coração. Desse modo, ele não ouviu o Senhor. Aquilo era como uma das batalhas que ele tinha de enfrentar em favor do povo. Davi possuía uma virtude: todas as vezes em que se aconselhava com Deus, aprendia o que fazer. No entanto, posteriormente, ele agiu como um insensato. Isso tem ocorrido com muitos cristãos diante da tentação. Pobres vidas!

Sempre é bom orar e procurar na Bíblia o sinal verde do Altíssimo. Se não fizer isso, cometerá uma grande bobagem. Por que Davi não consultou o Senhor, se até Joabe, o comandante do exército, tentou fazê-lo entender que aquela decisão não era boa? Infelizmente, não sabemos por que algumas pessoas se tornaram como Judas Iscariostes, o qual traiu Jesus.

Quando alguém contraria a Palavra para se livrar do demônio que o tentou, precisa se arrepender, buscar quem foi lesado e confessar-lhe tudo. Depois, com humildade e sinceridade, precisa pedir perdão a essa pessoa. Se o ofendido sentir que ainda há maldade naquele coração ou mentira, ele não perdoará a ofensa, e o ofensor perderá a oportunidade de se livrar.

A ordem do rei prevaleceu, e ele numerou Israel. No entanto, para que fez isso, se Deus lhe dava a vitória? Não deveria esperar no Senhor e, quando houvesse guerras, seguir para o front com a bênção? Até então, ele não havia sido derrotado. Contudo, o orgulho leva uma pessoa a trair seu cônjuge, por exemplo, sujando-se para sempre. Por que fazer isso se, além de sermos iguais, temos compromisso com o Pai celestial?

Ao ver o número de homens prontos para ir à guerra, ele sentiu que traiu o Senhor. Ora, o Espírito Santo fala conosco antes e depois de errarmos. Bom mesmo é deixar de fazer qualquer coisa proibida por Deus. Fique atento! Se, alguma vez, o diabo tentar você, diga não e esqueça o que ele propôs.

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares